Soul Eater

Home / Resenhas / Anime / Soul Eater
Helton Kazume

Helton Kazume

Colaborador em Com'Aboard Geek Culture
Você sabia que Helton Kazume é colaborador da Com'Aboard? Quer ler resenhas publicadas por ele? Confira abaixo! =] Se quiser conhecer mais sobre este colaborador, acesse "Nossa Equipe" no menu principal!
Helton Kazume

Últimos posts por Helton Kazume (exibir todos)

 

Inicialmente,  Soul Eater era apenas um mangá shonen criado por Atsushi Okubo, quando, em 2008, foi adaptado para anime com 51 episódios e transmitido pela TV Tóquio. Anos depois (2011) foi lançado um mangá spin-off chamado Soul Eater Not e, posteriormente, em 2014, o título também virou anime.

A versão do Soul Eater em anime deixou de ser fiel ao mangá por volta do episódio 36, porque não conseguia acompanhar o mangá que era lançado mensalmente (o anime era semanal). Contudo, ao contrário do que se esperava (um decaimento na qualidade da animação), a série ficou no Top 10 no Los Angeles Times e teve ótima recepção no mundo inteiro.

Soul Eater também conta com três jogos de vídeo game. O primeiro foi Soul Eater: Monotone Princess de ação e aventura, exclusivamente para Wii e desenvolvido pela Square Enix e Bones. O segundo, Soul Eater: Plot of Medusa, um jogo de ação para Nitendo DS produzido pela Namco Bandai Games. O terceiro, Soul Eater: Battle Resonance é um jogo de luta para PS2 e PSP, desenvolvida pela Namco Bandai Games.

O mundo da série tem muito do estilo de Halloween, tanto na forma do cenário, quanto nos personagens como nos vilões. O desenho é bem surreal, mas de um jeito hilário e excêntrico que com certeza irá lhe tirar várias risadas!

 

Kensen Naru Tamashi Wa (Uma alma saudável)
Kensen Naru Senshin to (Compõe-se de um corpo saudável)
Kensen Naru Nikitai Niadoru (E de uma mente saudável)

Ficha Técnica

Titulo original: Soul Eater (ソウルイーター)

Gênero: Aventura, comédia, ação.

Lançamento: Abril de 2008

Criador: Atsushi Okubo

Duração média: 24 minutos

Nº de episódios: 51

Nº de temporadas: 1


Preview

A história gira em torno dos alunos de uma escola chamada Shibusen. A escola que foi criada com o objetivo treinar seus alunos para eliminar as bruxas, os Kishins (seres que se alimentam de almas humanas para tornarem mais fortes) e eventuais inimigos que viessem a se aliar às forças do mal.

Os alunos se agrupam em times de duas ou três pessoas, sendo que um é o artesão e o(s) outro(s) é(são) a(s) arma(s). Os artesãos e as armas terão que estar com as almas em sintonia para se tornarem uma equipe. Quanto maior a ressonância, mais fortes eles serão. Um dos objetivos do artesão é deixar a(s) sua(s) armas mais fortes, transformando-as em uma Death Scythe ou a arma do Shinigami. Para conseguir tal feito, os artesãos precisarão alimentar as suas armas com 99 almas de Kishins e a 100º de bruxa.

 

Galera toda: artesões e suas armas o/

 

As bruxas são seres místicos e poderosos, inimigos naturais da Shibusen. Cada bruxa é baseada em um animal diferente e suas características, personalidades, estilo de luta e feitiços refletem os traços desse animal. As bruxas são os principais responsáveis do caos no mundo e o surgimento de Kishins, mais evoluídos e com um poder de destruição muito acima do normal.


Impressões Pessoais

Soul Eater é um anime muito bom que lhe garantirá várias risadas. No começo há um excesso de enrolação e de piadas sem graças. Mas como desenrolar da história, os capítulos passam a ser mais envolventes e emocionantes, sem deixar de ter aquela pitada de comédia (não mais em excesso).

O som e as músicas de abertura são de ótima qualidade. O desenho (traçado) e as imagens não ficam para trás e são sensacionais!

O final poderia ter sido melhor, pois foi (ou era para ser) a maior e a principal batalha do anime, mas acabou terminando de forma precoce e sem muita ação. A forma que o último inimigo foi derrotada até fazia sentido, mas foi muito sem graça. Poderia ter sido melhor explorada, com alguma finalização mais foda.


Principais Personagens

 

Maka Albarn (マカ・アルバーン Maka Aruban)
Uma artesã de foice e parceira de Soul Eater Evans. Sempre foi dedicada e responsável em suas missões e tarefas. Um dos seus objetivos é se tornar uma artesã mais forte que a sua mãe, criando uma Death Scythe mais forte que seu pai, que atualmente é a arma do Shinigami.

 

 

 

Soul Eater Evans (ソウル・イーター・エヴァンス, Soru Ita Evansu)
Transforma-se em uma foice sobrenatural. Ao contrário da sua parceira, Maka, ele é muito relaxado e apesar de ter uma ressonância de alma muito forte com Maka, ele tem o desejo de se transformar em uma Death Scythe e ser a arma de algum parceiro mais maneiro.

 

 

 

Black☆Star (ブラック☆スター Burakku ☆ Suta)
Integrante de uma tradicional e temida família de assassinos, ele é um artesão de armas ninjas e parceiro de Tsubaki. Ele sempre quer ser o centro das atenções (“a ultima bolacha do pacote”) gritando muito e anunciando sua entrada triunfal nos combates e por causa disso muitas vezes ele acaba sendo descoberto, não conseguindo manter sua presença oculta de um assassino.

 

 

Nakatsukasa Tsubaki (中務 椿, Nakatsukasa Tsubaki)
Parceira de Black☆Star, ao contrário das outras armas que só podem se transformar em uma arma, ela pode se transformar em várias armas ninjas. Ela entrou para a Shibusen para conseguir impedir seu irmão de virar um Kishin.

 

 


Death the Kid (デス・ザ・キッド Desu za Kiddo)
É um artesão de armas de fogo e filho do Shinigami. Ele é muito perfeccionista e tudo precisa ser simétrico, isso acaba atrapalhando em algumas batalhas. Com sua obsessão pela simetria, escolheu as gêmeas Elizabeth e Liz Thompson, que na forma de pistola, são perfeitamente simétricas. Apesar de ter a mania de impor a simetria em tudo, seu cabelo há três faixas brancas apenas no lado esquerdo, o que não é nada simétrico.

 

 

Irmãs Liz e Elizabeth Thompson
Apesar de serem gêmeas elas não são parecidas em nada: altura, humor, tamanho do cabelo e tamanho dos seios, essas coisas (principalmente a ultima diferença) deixam Death the kid putasso. Porém, elas se transformam em duas pistolas idênticas, o motivo que fez Death the Kid escolhe-las como arma.

 

 

 

Shinigami (死神 Shinigami)
Também é conhecido como Death. É o fundador e diretor da escola Shibusen e considerado o mais forte de toda a Shibusen, sendo capaz de derrotar e selar completamente o Kishin Asura no passado. Apesar de ser engraçado e brincalhão, ele tem um lado muito sério e destrutivo.

 

 

 

Spirit Albran (スピリット・アルバーン , Supiritto Aruban)
Pai de Maka, mas ela não gosta dele porque ele é muito mulherengo e por isso sua mãe foi embora e terminou o casamento com ele. É o único Death Scythe da Shibusen e a atual arma do Shinigami. Ele se transforma em uma foice como arma.

 

 

 

Medusa Gorgon (メデューサ・ゴーゴン, Medyusa Gogon)
Bruxa de Cobra e considerada a primeira vilã da série. Ela é uma das três bruxas conhecidas como Irmãs Gordon, bruxas com enormes poderes. Uma bruxa que facilmente manipula e engana as pessoas, assim como é considerado a cobra em algumas crenças.

 

 

 

Arachne Gorgon (アラクネ・ゴーゴン, Arakune Gōgon)
Bruxa de Aranha e considerada a segunda antagonista. Líder da organização Arachnophobia, que tem como objetivo acabar com a Shibusen, e conhecida por ser a mãe de todas as Armas Demoníacas. Ela é a mais velha das irmãs Gorgon.

 

 


Ashura (阿修羅Ashura)
Primeiro humano que se tornou kishin, considerado o kishin original, e é o principal antagonista da série. Ele é o primeiro filho de Shinigami, que foi criado a partir de um fragmento de sua alma. Ashura é muito misterioso e sádico, sua ganancia e arrogância pelo poder era tão grande que ele comeu a própria alma, se tornando o primeiro e mais forte kishin e logo foi consumido pela insanidade e loucura.

 

Ritmo: 14 exp. No começo há muita enrolação na história, o que faz que o telespectador demore para “engrenar”. Mas quando as aventuras e as batalhas começam, os episódios ficam bem mais emocionantes e o ritmo flui bem melhor..

Personagens: 15 exp. São bem desenvolvidos fisicamente. Os personagens dão a impressão inicial de serem mentalmente limitados ou meio bobões,com várias atitudes, apesar de engraçadas, idiotas. Depois eles se revelam um pouco mais maduros (sem deixarem de ser engraçados).

Qualidade da plot: 18 exp. Como já havia dito em “Ritmo”, nada de especial no início. Mas não demora muito para o jogo virar: a história de Soul Eater é totalmente diferente e original de qualquer outro anime que conheço: bruxas, demônio, ressonância entre almas, caçadores de monstros e uma ótima plot. Sim, ótima, os últimos episódios compensam (e muito) os primeiros.

Cuidado com os detalhes: 16 exp. Muitos elementos místicos (sobretudo de Halloween) bem explorados, mas sem nenhum link complexo. É a simplicidade que mantém a beleza da série. A única coisa que ficou vago foi a história de um ou outro personagem, mas nada de significativo e que possa interferir no entendimento da história.

Empatia com o telespectador: 20 exp. No inicio você pode até nutrir um sentimento de raiva ou ódio por alguns personagens devido às brincadeiras idiotas em excesso, mas é muito difícil não se simpatizar com eles. Várias risadas garantidas.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: