O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares

Home / Resenhas / Livros / O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares
Juliana Yendo

Juliana Yendo

Sócia fundadora em Com'Aboard Geek Culture
Você sabia que Juliana Yendo é fundadora da Com'Aboard? Quer ler resenhas publicadas por ela? Confira abaixo! =] Se quiser conhecer mais sobre ela, acesse "Nossa Equipe" no menu principal!
Juliana Yendo

Últimos posts por Juliana Yendo (exibir todos)

OOSPCP_capa_2017

 

O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares é o primeiro livro de uma triologia criada por Ransom Riggs. O autor norte-americano de 37 anos formou-se na Escola de Cinema e TV da Universidade do Sul da Califórnia. Nessa obra, Riggs conseguiu reunir seu grande talento em contar histórias e sua paixão pela fotografia para criar uma trama fantástica.

Inicialmente, o livro foi pensado como uma coletânea de fotografias do autor. Entretanto, um editor da Quirk Books, editora responsável pelo lançamento da obra, sugeriu que Riggs utilizasse as fotografias como roteiro para escrever um romance. Seguindo esse conselho, ele reuniu seu acervo de fotos antigas com a de outros colecionadores (todos eles listados no final do livro), a fim de criar um repertório hábil de imagens para nortear sua narrativa.

O livro foi traduzido para mais de 40 idiomas e recebeu diversas críticas positivas. No dia 29 de setembro deste ano, será lançado o filme adaptado e dirigido por Tim Burton. Os cenários e os personagens criados por Riggs possuem traços que se assemelham com o estilo do diretor. Ele próprio declarou:

“Vocês têm certeza de que não fui eu quem escreveu esse livro? Parece algo que eu teria feito…”
(Tim Burton)

Peregrine_fotos_antigas


Ficha Técnica

Título original: Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children

Autor: Ransom Riggs

País de origem: Estados Unidos

Lançamento no país de origem: 7 de junho de 2011

Editora (país de origem): Quirk Books

Editora (Brasil): Leya / Intrínseca

Tradução: Edmundo Barreiro e Marcia Blasques

Edição: 2ª (2015)

Páginas: 336


Preview

O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares é narrado em primeira pessoa por Jacob Portman, um adolescente de 16 anos que vive em Englewood, na Flórida. Tudo muda em sua vida após uma tragédia familiar que o leva a uma jornada até Cairnholm, uma misteriosa ilha no País de Gales. As histórias fantasiosas e fotografias curiosas de seu avô talvez não fossem apenas invenções para impressionar Jacob…


Estilo da Obra

O livro é bem escrito: a narração em primeira pessoa é autêntica e prende muito a atenção do leitor. Os capítulos são construídos cuidadosamente a partir das fotografias, que nos aproximam ainda mais da narrativa. Apesar de a capa e as fotos darem a impressão de que se trata de um livro de terror, essa não seria a melhor caracterização da obra. Ransom Riggs utiliza toques sombrios na medida certa, trazendo um ar de mistério e estranheza que deixam a história ainda mais atraente. É o tipo de romance que devoramos rapidamente sem nos darmos conta. O livro é classificado como Literatura Young Adults, mas certamente irá agradar todos os leitores que apreciam uma boa aventura.

Peregrine_Frank


Personagens • SPOILER ALERT •

Jacob Potman (Jake)

Adolescente de 16 anos. É o protagonista e narrador da história. Sua peculiaridade é enxergar monstros (etéreos), como seu avô.

Abraham Portman (Abe)

Avô de Jacob. Guardou muitos segredos da família ao longo de sua vida. Deixa várias pistas sobre seu passado a Jacob, familiar que tinha mais proximidade. Utilizava sua peculiaridade para caçar e exterminar etéreos. É morto por um deles aos 86 anos de idade.

Franklin Portman

Pai de Jacob, filho de Abraham Portman. Teve uma relação distante e complicada com o pai. É ornitólogo amador e almeja escrever profissionalmente sobre a natureza.

Maryann Portman

Mãe de Jacob. Sempre teve um alto padrão de vida, sua família é proprietária de uma rede de drogarias chamada Smart Aid. É um tanto materialista, se importa com eventos sociais e em manter as aparências.

Susan Portman (Susie)

Tia de Jacob, filha de Abraham Portman. Tem um papel importante na investigação de Jacob sobre o passado do avô.

Dr. Golan

Psiquiatra de Jacob. Ajuda o jovem a desvendar os mistérios do passado do avô. No decorrer da história, Jacob descobre que o psiquiatra é, na verdade, um acólito. Dr. Golan se passa também por vizinho cego de seu avô e pelo motorista de ônibus, o Sr. Barron.

Alma LeFay Peregrine (Ave)

Diretora do orfanato em que viveu Abraham Portman durante a infância. Sua peculiaridade é manipular o tempo e possui a capacidade de assumir a forma de uma ave, o falcão peregrino. É uma das ymbrynes que cuida de jovens peculiares.

Emma Bloom

Tem a aparência de uma adolescente, mas possui 88 anos. Era apaixonada por Abraham Portman. Torna-se muito próxima de Jacob e passa a ter sentimentos pelo garoto. Sua peculiaridade é produzir e controlar o fogo com as mãos.

Millard Nullings

Possui 87 anos e a aparência de um jovem. Ele é um garoto invisível. Utiliza roupas na maior parte do tempo, o que facilita sua identificação.

Bronwyn Bruntley

Aparenta ser uma adolescente. Possui uma força surpreendente, como seu irmão Victor.

Victor Bruntley

Irmão de Bronwyn, também possui uma força descomunal. Foi morto por um etéreo e seu corpo é mantido em um dos quartos do orfanato.

Claire Densmore

Possui a aparência de uma criança. Por trás de seus cachos dourados, esconde uma segunda boca.

Enoch O’Connor

117-118 anos. Sua peculiaridade é trazer criaturas de volta à vida por um curto período de tempo. Possui uma personalidade um pouco sádica.

Horace Somnusson

83 anos. Costuma ter sonhos proféticos. Veste-se de um jeito bastante peculiar.

Fiona Frauenfeld

Sua aparência é a de uma adolescente. Possui uma grande afinidade com plantas: sua peculiaridade é fazê-las crescer ou morrer.

Hugh Apiston

Possui a aparência de um adolescente. Tem grande empatia com as abelhas, que ficam mantidas em seu estômago. Quando elas ficam à solta, consegue controlá-las. Ele e Fiona são mais que amigos.

Olive Abroholos Elephanta

75 anos, possui a aparência de uma criança. Por ser mais leve que o ar, possui a peculiaridade de levitar. Utiliza sapatos de chumbo para se manter no chão.

Esmeralda Avocet

É a ymbryne mais importante no mundo dos peculiares. Foi a tutora de srta. Peregrine e cuida de uma academia fundada por ela e outra ymbryne, a srta. Bunting.


Glossário • SPOILER ALERT •

Peculiares

Indivíduos com habilidades especiais que as pessoas comuns não possuem. As habilidades são muito diversas: podem ser desde as mais comuns, como ler pensamentos, até as mais raras, como controlar o tempo. Em busca de segurança e proteção, os poucos remanescentes de peculiares vivem escondidos em fendas do tempo.

Ymbrynes

São peculiares que possuem a habilidade de manipular o tempo. São capazes de assumir a forma de uma ave. Apenas mulheres nascem ymbrynes. Elas criam fendas do tempo onde pessoas peculiares podem viver por tempo ilimitado. A principal função de uma ymbryne é encontrar jovens peculiares em necessidade e mantê-los a salvo dentro da fenda.

Etéreos

Criaturas repugnantes que não podem ser vistas, exceto por suas sombras. Apenas alguns peculiares têm a habilidade de enxerga-los. Os etéreos eram pessoas peculiares que, após um evento catastrófico, tornaram-se monstros. Esse nome vem do fato de serem criaturas com almas e corações vazios. Esses monstros alimentam-se de peculiares.

Acólitos

Acólitos são quase pessoas comuns, pois não possuem poderes especiais. Sua origem vem dos etéreos: quando um etéreo se alimenta de um número suficiente de peculiares, ele se torna um acólito. A principal característica de um acólito são seus olhos – eles não possuem pupilas. Eles vivem para servir os etéreos, ajudando-os a encontrar peculiares.

Fendas do tempo

Uma fenda do tempo é um local que proporciona aos peculiares um isolamento temporal. Pessoas comuns não conseguem atravessar uma fenda, apenas peculiares e acólitos. Em uma fenda, um dia específico ocorre repetidamente, porém seus habitantes têm uma experiência contínua, isto é, possuem memórias de todos os dias vividos. Uma fenda do tempo precisa ser reiniciada constantemente para não perder seu efeito.

Peregrine_claire


Fatos por Capítulo • SPOILER ALERT •

Prólogo

Jacob relembra as histórias fantasiosas contadas pelo seu avô e de suas fotografias antigas: sobre o orfanato em que cresceu, os monstros que o perseguiam e as crianças com habilidades especiais com quem conviveu. Recorda da época em que ainda acreditava nessas histórias e quando passou a vê-las como “contos de fadas” e verdades disfarçadas.

Capítulo 1

No trabalho, Jacob recebe uma ligação de vovô Portman dizendo que os monstros estão atrás dele e que precisa se proteger. Sem dar muita credibilidade, Jacob vai visitá-lo com seu amigo Ricky, notando pela primeira vez (e com muita estranheza) a presença de um vizinho cego nas redondezas. Ao se deparar com a casa do avô vazia e bagunçada, Jacob inicia uma investigação. Jacob encontra vovô Portman à beira da morte em uma mata nas proximidades. “Vá para a ilha, lá você estará em segurança. Prometa. (…) Encontre a Ave. Na fenda. Do outro lado do túmulo do homem velho. Três de setembro de 1940. (…) Emerson… a carta. Conte a eles o que aconteceu, Yakob.” são suas últimas palavras. Jacob promete ao avô que irá à ilha, mesmo sem entender o que isso significa. Ele é o único que consegue ver a criatura que assassinou seu avô.

Capítulo 2

Após a morte do avô, Jacob fica extremamente abalado e depressivo. Pesadelos com a criatura assassina passam a ser frequentes. Ninguém acredita em sua versão dos fatos, todos pensam que o jovem está em estado de choque e que precisa de tratamento. Jacob começa a fazer terapia com Dr. Golan que tenta ajudá-lo a entender o último desejo do avô, pois acredita que com isso o garoto conseguirá se livrar do trauma. Em sua festa de aniversário, Jacob ganha um presente inesperado de tia Susie: um livro que pertencera ao avô com uma carta em seu interior. A carta, acompanhada por uma foto da remetente, era endereçada ao vovô Portman e havia sido escrita pela diretora do orfanato. Pela primeira vez, as palavras de vovô Portman começam a fazer sentido para Jacob. Com o consentimento do Dr. Golan, Jacob consegue convencer os pais a viajar até a remota ilha em que o avô vivera durante a infância. Ele e seu pai se preparam para passar três semanas em Cairnholm.

Capítulo 3

Jacob e seu pai chegam à ilha e se hospedam no Buraco do Padre, único local da cidade com quartos para alugar e telefone. Jacob pergunta a um dos moradores sobre o velho orfanato e o homem, estranhando a pergunta, dá instruções sobre a localização. O morador alerta Jacob sobre o trajeto perigoso. Jacob atravessa a ilha para encontrar o orfanato e fica decepcionado ao se deparar com a casa completamente abandonada e em ruínas.

Capítulo 4

Jacob retorna à cidade e conta ao pai sobre o orfanato. O pai de Jacob desabafa sobre a relação complicada que tinha com vovô Portman, revelando que ele e tia Susie suspeitavam que o pai tivesse outra mulher. Inconformado, Jacob busca por mais informações sobre o avô, o orfanato e as pessoas que lá habitavam. Ele descobre que todas as pessoas que moravam no orfanato estão mortas e que ninguém vive lá desde a Segunda Guerra, quando bombas atingiram a casa no dia três de setembro de 1940. Na manhã seguinte, Jacob é acordado pelo barulho de uma ave enorme dentro do quarto. Assustado, chama por seu pai que analisa impressionado a pena deixada pela ave, um falcão peregrino. Intrigado com todos esses acontecimentos, Jacob decide retornar ao orfanato.

Capítulo 5

Jacob regressa às ruínas do orfanato, explora o local e encontra fotos antigas. Subitamente, escuta um estrondo seguido de passos e vozes que chamam por Abe. Jacob reconhece os jovens das fotografias e, paralisado, não consegue dizer uma palavra. Os garotos ficam decepcionados ao ver Jacob e não Abe e vão embora da casa. Jacob os segue até um cairn no meio da charneca, entra na tumba, mas não encontra ninguém. Transtornado, o garoto decide retornar. Ao sair do cairn, percebe mudanças bem estranhas: o tempo mudou bruscamente, as pessoas da cidade olhavam pra ele de forma esquisita e não havia um rosto familiar no Burado do Padre. Após uma confusão no pub, Jacob foge e os homens do bar o perseguem. Durante a fuga, Jacob é surpreendido por uma das jovens que estava na casa: Emma, a garota que produzia fogo com as mãos. Ela o ameaça e questiona sua presença na ilha. Jacob tenta se explicar, mas a garota não acredita e, com desconfiança e agressividade, faz de Jacob seu prisioneiro. Ele é levado de volta ao orfanato por Emma e Millard, o garoto invisível. Eles contam a Jacob que estão no dia 3 de setembro de 1940 e que vivem em uma fenda do tempo, onde o mesmo dia se repete continuamente.

Capítulo 6

Os três jovens chegam à casa e Jacob se assusta ao vê-la intacta e perfeitamente habitável. Jacob é apresentado à diretora, Srta. Peregrine, e todos são surpreendidos pelo fato de ela já conhecê-lo. Srta. Peregrine descobre que Abe não havia contado nada a Jacob e explica tudo sobre os peculiares, as ymbrynes e as fendas do tempo. Jacob dá a notícia sobre o avô à diretora e Emma escuta do outro lado da porta. Ele descobre que Emma e seu avô eram como namorados. Jacob fica para o jantar e conhece as crianças peculiares. Emma acompanha Jacob de volta ao cairn e se desculpa pela forma como o tratou antes. Jacob retorna à cidade e tudo está de volta ao normal. Jacob tem uma mini-consulta com Dr. Golan por telefone.

Capítulo 7

No dia seguinte, Jacob retorna ao orfanato e conhece um pouco mais sobre a peculiaridade das crianças. Ele vai nadar com os jovens na baía e lá responde a todas as perguntas que tinham sobre o futuro e o mundo em que Jacob vive. Jacob e Emma se tornam mais próximos e ele percebe que tem sentimentos pela garota. Ao voltar à cidade, algo estranho acontece: os moradores estão reunidos tentando descobrir o culpado por matar violentamente cinco ovelhas de um fazendeiro.

Capítulo 8

Na manhã seguinte, Jacob é repreendido por Srta. Peregrine por contar sobre as maravilhas do futuro às crianças, que estão presas ao passado. Jacob não havia percebido o quanto isso prejudicava a função da diretora de cuidar dos garotos e mantê-los a salvo na fenda. Srta. Peregrine explica a ele que nenhuma criança pode deixar a fenda por dois motivos principais: há grandes perigos para peculiares do lado de fora; as crianças envelheceriam e morreriam em pouco tempo. Jacob fica incomodado com a sensação de que todos do orfanato escondem alguma coisa importante dele. Ele pede respostas à Emma, que revela alguns fatos interessantes: uma pessoa normal não consegue atravessar uma fenda do tempo; Jacob possui a mesma peculiaridade de vovô Portman – ele consegue ver etéreos, os monstros. Jacob e Emma se beijam. Um indivíduo, que aparenta ser um observador de pássaros, chega à ilha.

Capítulo 9

Após descobrir que também é peculiar, Jacob se dá conta de que a criatura que matou seu avô realmente era um monstro e não fruto de sua imaginação. Hugh e Fiona, o garoto das abelhas e a garota que controla plantas, avisam Emma e Jacob que algo terrível aconteceu: Srta. Avocet, a ymbryne mais importante do mundo dos peculiares, foi encontrada em estado lastimável no orfanato. Após se recuperar, Srta. Avocet conta a todos que ela e seus protegidos foram surpreendidos por acólitos e apenas ela conseguiu escapar. Ela alerta Srta. Peregrine sobre o sequestro de várias ymbrynes. Srta. Peregrine pede a ajuda de Jacob para observar a chegada de qualquer estranho na ilha. Jacob conta sobre o observador de pássaros, mas afirma não ter conseguido ver seus olhos. A diretora convida Jacob a viver com ela e as outras crianças na fenda, pois seria a melhor maneira do garoto se manter em segurança.

Capítulo 10

Jacob fica dividido e não consegue decidir se ficará no presente ou se viverá na fenda com as crianças do orfanato. Como medida de segurança, Srta. Peregrine institui um isolamento completo dos moradores da casa. Na cidade, um pescador encontra o corpo de Martin, o curador do museu da cidade que ajudou Jacob a descobrir mais informações sobre o orfanato. Jacob, Emma, Bronwyn, Millard e Enoch montam uma equipe expedicionária para investigar a estranha morte de Martin, cujo corpo encontra-se na peixaria. Enoch cria um plano de utilizar sua peculiaridade para perguntar ao próprio morto o que ocorreu. Os jovens executam o plano e descobrem que Martin foi morto por um etéreo. Na peixaria, o grupo é abordado por um acólito, que revela a Jacob que já o conhecia muito bem: era o jardineiro cego do avô, o motorista de ônibus da sua escola e o seu psiquiatra, Dr. Golan. O homem o vigiava a um bom tempo. O acólito revela que há um grande plano em ação e deixa os jovens trancados sozinhos na companhia de um etéreo. Com muito esforço, eles conseguem despistar o monstro e Jacob mata-o. Ao retornar ao orfanato, o grupo descobre que a srta. Peregrine e a srta. Avocet foram sequestradas pelo acólito. Os garotos vão atrás de Dr. Golan para resgatar as ymbrynes, que estavam dentro de uma gaiola no velho farol próximo à baía. Após um confronto entre Emma e Jacob contra Dr. Golan, a gaiola é jogada no mar pelo acólito, que acaba morrendo com um tiro disparado por Jacob. Os dois jovens tentam salvar as aves, mas são pegos de surpresa por um submarino que emerge e leva srta. Avocet embora. Eles encontram srta. Peregrine boiando no mar e conseguem resgatá-la. Porém, algo muito estranho acontece: a diretora não consegue voltar à forma humana.

Capítulo 11

As crianças descobrem que a fenda do tempo não funciona mais e se deparam com a casa em ruínas. Por meio de um de seus sonhos proféticos, Horace tem pistas de onde as ymbrynes sequestradas podem estar. Todos se preparam para partir em busca de mais informações sobre o plano dos acólitos e sobre o paradeiro das peculiares raptadas. Jacob decide ir também, mesmo sabendo que se partir, não poderá voltar à mesma época de onde veio. Com a ajuda de seus amigos peculiares, ele conta ao pai que irá embora. As dez crianças peculiares e a ave embarcam e partem em busca de respostas.


Livro vs. filme

Com o lançamento do trailer oficial do filme, muitos fãs da obra de Riggs já notaram algumas discrepâncias entre o livro e a adaptação para as telas. A principal, e mais polêmica, delas é o fato de Tim Burton ter trocado as habilidades de Emma e Olive: no livro, a peculiaridade de Emma é controlar o fogo e a de Olive é levitar. Além de inverter os “poderes” das personagens, o diretor muda a aparência de Olive, que no livro é apenas uma criança e no filme aparece como uma adolescente da mesma idade de Jacob. As aparências de Bronwyn, Fiona e Hugh também são alteradas, de adolescentes para crianças.

O autor defende as alterações feitas por Tim Burton em sua conta do Twitter, dizendo que se trata de uma adaptação, portanto o filme não será mesmo idêntico ao livro. Ele afirma que confia plenamente na visão do diretor e acalma os fãs dizendo que tudo ficará bem!

Apesar dessas divergências, o trailer mostra também muitos cenários, elementos e personagens que são bastante fiéis à narrativa de Ransom Riggs. Já é possível perceber que realmente existe uma sinergia incrível entre o autor e o diretor. Resta-nos aguardar até o fim do mês e tirar nossas próprias conclusões!

 

Ritmo: 18 exp. O livro é dividido em 11 capítulos bem construídos e acompanhados por fotografias antigas. A leitura é acessível e flui de maneira contínua.

Personagens: 12 exp. Os personagens são muito interessantes e marcantes, porém a maioria é pouco explorada e trabalhada durante a narrativa.

Qualidade da plot: 16 exp. O autor consegue tecer a trama a partir das fotografias de forma espetacular. Ao ler o romance, temos a impressão de que todas as imagens contidas nele realmente fazem parte do enredo. As fotografias ilustram e enriquecem a história, aproximando-nos ainda mais dos personagens e dos acontecimentos. O que deixa um pouco a desejar é a falta de informações e detalhes sobre as crianças peculiares.

Cuidado com os detalhes: 15 exp. Os cenários, personagens e situações são descritos de maneira suficiente para o leitor conseguir esboçar o universo criado por Riggs. Entretanto, alguns personagens, fatos e situações poderiam ser melhor explorados.

Empatia com o leitor: 15 exp. Pode não agradar completamente leitores que dispensam um toque sombrio na trama.

 

3 Comments

  • Daniel Jun Mitsuiki

    Fiquei muito interessado pelo livro e pelo filme. Texto muito bom!!! Só uma dúvida sobre o score: qual seria a pontuação máxima? Nesse caso seria 85 de 100? Parabéns pelo trabalho!!!

    • Juliana Yendo

      Vale muito a pena ler, Dani!!! Dá tempo de ler antes do filme (a leitura é tão gostosa que você vai ler rapidinho)!
      Isso mesmo, a pontuação máxima é 100 pontos! Vamos providenciar uma página no site com a explicação do nosso esquema de pontuação e notas! Obrigada pelo feedback!!! 😀

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: