Kuroko no Basket

Home / Resenhas / Anime / Kuroko no Basket
Helton Kazume

Helton Kazume

Colaborador em Com'Aboard Geek Culture
Você sabia que Helton Kazume é colaborador da Com'Aboard? Quer ler resenhas publicadas por ele? Confira abaixo! =] Se quiser conhecer mais sobre este colaborador, acesse "Nossa Equipe" no menu principal!
Helton Kazume

Últimos posts por Helton Kazume (exibir todos)

 

Saudações, terráqueos! Hoje vamos falar de um anime de temática esportiva que já está em algo há algum tempo: Kuroko no Basket. A história gira em torno do time de basquete da escola Seirin, um colégio sem tradição alguma na modalidade esportiva. Após o término do ensino fundamental, Kuroko e Kagami mudam-se, dois basquetebolistas prodigiosos, entram no time de basquete do colégio e prometem que juntos se tornarão os melhores atletas do Japão. O mangá é de 2008 e foi escrito e ilustrado por Tadatoshi Fujimaki. Em 2011, foi adaptado para Light novel e, em 2012, virou animação da Production L.G. Além dos episódios tradicionais, a série conta com dois filmes lançados em 2016 e um terceiro filme previsto ainda para este ano. Sucesso de vendas, o mangá vendeu cerca de nove milhões de exemplares no mês de setembro de 2012 e 23 milhões de cópias no ano seguinte. Legal destacar o que, em 2013, Kuroko no Basket ficou atrás em vendas somente para Shingeki no Kyojin e One Piece! Um anime que com certeza vale a pena assistir (e ler a resenha).

 

Kuroko-no-Basket
Alguns dos principais personagens

Ficha Técnica

Título original: Kuroko no Basuke (黒子のバスケ)

Gênero: Esporte, comédia, drama.

Lançamento: 07 de abril de 2012 (anime)

Criador: Tadatoshi Fujimaki

Duração: 24 minutos

Número de episódios: 75

Número de temporadas: 3


Preview

Durante o ensino fundamental, o time de basquete da escola Teiko era conhecido como Kiseki no Sedai (Geração dos Milagres) composto por cinco titulares: Akashi (capitão), Murasakibara, Kise, Aomine e Midorima e também o sexto membro “fantasma”, Kuroko. Todos possuíam talentos e habilidade excepcionais, o que garantia vitórias em todos os campeonatos e aniquilação das escolas adversárias.

 

Time da Geração dos Milagres

 

Após o termino do ensino fundamental, todos os integrantes da Geração dos Milagres se mudam para colégios diferentes. Kuroko se torna calouro na Seirin High e, assim como os outros integrantes da Geração, ele se inscreve para o time de basquete da sua nova escola. Inicialmente, Kuroko não demonstra nenhuma afinidade ou porte físico para o basquete, decepcionando a todos com suas primeiras impressões. Mas ninguém sabe sobre as incríveis habilidades que ele esconde na manga.

Vindo da América, Kagami chega ao Japão e se matricula na Seirin. Ele é um jogador com grandes habilidades naturais para o basquete e não acha nenhum adversário a sua altura no Japão. Quando soube da Geração dos Milagres, ele declara os cincos membros como seus rivais e deseja derrotar todos. Após o seu primeiro contato, Kuroko e Kagami percebem as habilidades um do outro e fazem uma promessa que, juntos, se tornarão os melhores do Japão.

 

seirin
“Seirin High! Seirin High!” o//

Impressões Pessoais

Um ótimo anime, talvez um dos melhores que eu já assisti. Os episódios são muito fodas e os jogos/campeonatos são muito emocionantes. Até mesmo os raríssimos fillers são legais!

A preferência da maioria das pessoas que assistem anime (pelo menos as quais eu tenho contato) é shounen. O público “padrão” quer ver ação, poderes, viagens no tempo, ou algo do tipo. Fazer um anime de esporte virar sucesso é bem difícil, o que torna Kuruko no Basket ainda mais especial. Você provavelmente não escutará “Ou, você já assistiu aquele anime de… bocha?”, mas se mudar bocha para basquete, terá uma franquia de muito sucesso e elevadíssima qualidade que surpreende em todos os sentidos.


Principais Personagens


Tetsuya Kuroko (黒 子 テ ツ ヤ, Kuroko Tetsuya)
É o protagonista. Ele era o sexto jogador “fantasma” da Geração dos Milagres da escola Teiko. Sua principal habilidade é a falta de presença e em desorientação, o que possibilita roubar e fazer passes sem que o adversário perceba-o. Atualmente é aluno e jogador da Seirin High.

 

 


Taiga Kagami (火神 大 我, Kagami Taiga)
É o deuteragonista. Veio dos Estados Unidos da América para estudar no Japão e logo entra no time de basquete da Seirin High, sua atual escola. Ele é considerado o principal jogador do time e o único que poderia ser comparado com os jogadores da Geração dos Milagres, ou até mesmo supera-los. Junto com Kuroko, ele promete em se tornar o melhor do Japão.

 

 

Teppei Kiyoshi (木 吉 鉄 平, Kiyoshi Teppei)
Fundador do time de basquete da Seirin no ensino fundamental. Era considerado o principal jogador, mas após uma lesão no joelho, teve que abandonar o basquete por dois anos. Ele é conhecido como Coração de Ferro e também um dos cincos Reis Sem Coroa. Reis Sem Coroa? Jogadores quase tão fortes quanto a Geração dos Milagres que se tivessem nascido em outro ano, provavelmente seriam considerados como membros da Geração dos Milagres.

 

 


Junpei Hyuga (日 向 順 平, Hyuga Junpei)
Ajudou Kiyoshi a fundar o time de basquete da Seirin e atualmente é o capitão do time. Embora tenha sido inicialmente pressionado para a posição de capitão, ele evoluiu ao longo do tempo e conseguiu conquistar a confiança de todos.

 

 


Shun Izuki ( 伊月 俊, Izuki Shun)
Membro do primeiro time da Seirin, atualmente é o segundo capitão do time. Ele tem “olho de águia”, consegue enxergar claramente na periferia, o que o possibilita fazer passes e jogadas sem olhar diretamente para o parceiro.

 

 


Ryota Kise (黄 瀬 涼 太,Kise Ryota)
Foi o atacante da Geração dos Milagres, depois se mudou para a escola Kaijo High. Ele é reconhecido por sua habilidade de cópia, conseguindo copiar todas as jogadas ou técnicas apenas vendo uma única vez e muitas vezes com muito mais habilidade do que o original. Também trabalha como modelo.

 

 


Shintaro Midorima (緑 間 真 太郎, Midorima Shintaro)
Foi vice-capitão da Geração dos Milagres e atualmente estuda e joga na Shutoku High, uma das três melhores escolas de Tóquio. Sua habilidade é o arremesso de 3 pontos, ele consegue arremessar em qualquer parte da quadra e acertar a cesta com uma precisão de 100% nos arremessos.

 

 


Daiki Aomine (青峰 大 輝, Aomine Daiki )
Considerado o melhor jogador da Geração dos milagres, atualmente estuda e joga para a Academia Tōō. Ele nunca joga sério, pois se jogar, ele sozinho derrota o time adversário, “O único que pode me vencer, sou eu” – Daiki Aomine. Ele é muito rápido e consegue realizar técnicas e arremessos impressionantes que nenhum outro jogador consegue acompanhar. Inicialmente, ele é o vilão.

 

 


Atsushi Murasakibara (紫 原敦, Murasakibara Atsushi )
Foi o atacante da Geração dos Milagres, mas começou ficar apenas na defesa porque achava o basquete tedioso. Atualmente estuda e joga para a Yosen High e é conhecido pela sua defesa absoluta. Sozinho, Atsushi consegue cobrir e proteger toda a área de dois pontos sem deixar ninguém escapar.

 

 


Seijuro Akashi (赤 司 征 十郎, Akashi Seijuro )
Foi o capitão da Geração dos Milagres, atualmente estuda e joga na Rakuzan High. Desde criança, Seijuro desenvolveu uma forte mentalidade de vencedor e devido ao fato de nunca ter sido derrotado, ele acredita que a vitória e algo natural. Sua principal habilidade é o Emperor Eyes, uma capacidade de observação que consegue prever os movimentos adversários com precisão.

Ritmo: 18 exp. Os episódios são ótimos: não são cansativos e quase não tem fillers. Sempre tem aquele sentimento de “querer assistir mais um episódio”.

Personagens: 18exp. São muito bens trabalhados. Os personagens principais facilmente conquistam as pessoas e os vilões lhe deixarão com um sentimento de ódio profundo.

Qualidade da plot: 17 exp. A história é simples e linear. A plot é madura e segue um plano cronológico que é fácil de ser compreendido.

Cuidado com os detalhes: 20 exp. Há bastante preocupação com os detalhes, principalmente durante as jogadas. Recomendo que as pessoas que não conhecem muito as jogadas de basquete, assistam o anime ao invés de ler o mangá. No mangá, você necessitará de maior conhecimento das jogadas para entender.

Empatia com o telespectador: 17 exp. Os personagens são ótimos e cativantes. Dificilmente o telespectador não sentirá alguma afeição por eles.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: