Ikariam

Home / Resenhas / Games / Ikariam
Helton Kazume

Helton Kazume

Colaborador em Com'Aboard Geek Culture
Você sabia que Helton Kazume é colaborador da Com'Aboard? Quer ler resenhas publicadas por ele? Confira abaixo! =] Se quiser conhecer mais sobre este colaborador, acesse "Nossa Equipe" no menu principal!
Helton Kazume

Últimos posts por Helton Kazume (exibir todos)

Exploração e colonização, batalhas e guerras, riquezas e saques… e assim surgiu o Ikariam (imagine a narrativa da abertura de As Meninas Super Poderosas). Se você é ou já foi um amante dos jogos de browser provavelmente já ouviu falar de Ikariam.  Se não, tenho certeza que já viu em algum site aquela propaganda: “Ikariam – O Jogo de Browser gratuito” com um diplomata que tem um raminho na cabeça.

Ikariam marca o inicio de uma era de riquezas, de exploração e de inúmeras guerras em busca do poder. Eis que surge uma pequena civilização em uma pequena ilha no vasto oceano, uma civilização que será comandada e liderada por você! Em um mundo sem leis e sem governo, você poderá saquear colônias e colonizar ilhas ao redor do mundo livremente.

 

Divisão de ilhas ao redor do mundo

 

Para que a colônia tenha prosperidade é necessário que tenha um governante que além de ser competente para fazer seu povo feliz e progredir em pesquisas cientificas, precisa ser também um ótimo estrategista e general em batalhas.

 

Cada ilha habita várias cidades

 

Ikariam é um RPG ambientado em um mundo medieval. Você como o governante poderá desenvolver seu império da maneira que quiser, decidindo o que será criado e o rumo que as suas colônias irão seguir, podendo alcançar o sucesso ou a queda do seu império!

 

Cidade vista por dentro

Ficha Técnica

Titulo original: Ikariam

Gênero: Estratégia

Lançamento: 2008

Desenvolvedor: Gameforge

Publicador: Gameforge

Plataforma: Browser, Android e iOS

Online: Sim


Formas de Governo

O jogador poderá escolher a forma de governo que será implantada e da maneira que será administrada as colônias. Cada uma das formas de governo terá suas vantagens e desvantagens:

Aristocracia: é um tipo de governo liderado pela minoria, as pessoas que fazem parte da elite, ou seja, a nobreza. Tem como vantagem a redução de 20% no tempo de construção e 20% a mais de defesa contra espiões, mas em contrapartida a taxa de corrupção é elevada a 3%.

Democracia: chamado de “Governo do Povo”, ou seja, um governo liderado pelo povo. Esse tipo de governo é recomendado para grandes e pacíficos reinos porque tem como vantagens +75 de satisfação nas cidades e aumenta +1 ponto de pesquisas por hora para cada tratado cultura. Tem como desvantagens 20% a menos contra espiões e o prolongamento de 5% no tempo de recrutamento de tropas.

Ditadura: governo com poder totalitário, ou seja, o poder é centralizado em apenas uma pessoa, o ditador. Tem como vantagem a redução de 2% nos custos na construção e manutenção das tropas e das frotas, além de+2 barcos de comercio. Como desvantagens, há -75 de satisfação nas cidades e a taxa de corrupção aumentam.

Ikacracia: é a forma de governo padrão do jogo, não existem vantagens e nem desvantagens. Ideal para reinos versáteis ou indecisos.

Nomocracia: liderada pela lei e que nem mesmo os lideres podem altera-las facilmente. Indicado para reinos que cresceram muito rápido e buscam se estabelecer. A vantagen é a diminuição de 5% de corrupção nas cidades e o aumento de 20% contra espionagem. Tem como desvantagens o aumento de 5% no recrutamento e na manutenção de tropas e frotas, bem como a a redução de 50% no carregamento dos portos mercantis.

Oligarquia: governo liderado pelas famílias ricas de mercadores, indicado para reinos que tem o foco no comercio. A vantagen é o aumento de 5 raios de alcance em todos os mercados, aumento de 10% na velocidade nos barcos de cargas, diminuição de 2% na manutenção para as frotas e +2 barcos de cargas. Por outro lado há um aumento de 20% no tempo de construção e expansão dos edifícios e a corrupção aumenta em 3%.

Tecnocracia: liderado pelos cientistas e pesquisadores. Indicado para os impérios que pretendem investir na ciência. Tem como vantagens o aumento de 5% nos pontos de pesquisas e 50% na produtividade dos trabalhadores auxiliares. Como desvantagens aumenta o custo de ouro na manutenção de todos os cientistas.

Teocracia: governo liderado pela igreja ou pelo clero. Indicado para os reinos que querem apostar nos milagres. Tem como vantagens a diminuição de 20% no tempo de regeneração dos templos, um bônus de satisfação para as cidades com templo e o aumento de +1 ouro para cada sacerdote utilizado. Tem como desvantagem a redução de 5% nos pontos de pesquisas e -20 de satisfação nas cidades sem templo.

Xenocracia: é o governo regrado por terceiros, instaurado quando sua capital estiver ocupada por outra pessoa. Nesse tipo de governo as vantagens e desvantagens de qualquer tipo de governo são reduzidas pela metade.

Anarquia: acontece apenas após uma revolução, isso é, quando está havendo uma transição do tipo de governo.


Recursos

Existem cinco tipos de recursos: material para construção, mármore, vinho, enxofre e cristal, sendo que os quatros últimos são considerados “bens de luxo”. Os recursos são importantes para desenvolver e progredir no jogo, portanto é importante que você obtenha todos. Em cada ilha existem dois tipos de recursos, materiais para construção e bens de luxo.

Materiais para construção: utilizado para praticamente tudo, desde a construção civil até para o recrutamento de frotas.

Mármore: assim como o material para construção é utilizado para a construção civil, porém apenas para melhoria mais avançada dos edifícios.

Vinho: é utilizado na taverna para aumentar a satisfação dos cidadãos e para o recrutamento de cozinheiros.

Enxofre: essencial para uma guerra, pois é com o enxofre que você conseguirá recrutar suas tropas e frotas.

Cristal: utilizado na academia, para as pesquisas dos cientistas.

Mecânica: 14 exp. Simples até certo ponto. Porém a quantidade de edifícios, unidades de tropa, frotas, tipos de governo fazem que que você leve um tempo até conseguir se familiarizar com tudo.

Dinâmica: 15exp. Inicialmente o jogo é solo (a não ser que você já tenha algum conhecido que joga e que irá te ajudar), porém quando alcançar um determinado nível, será essencial criar ou entrar em alguma aliança que irá te ajudar no desenvolvimento mais rápido do seu império. As pessoas pensam duas vezes (ou mais) antes de atacar, pois atacar membros aleatoriamente, poderá começar uma grande guerra entre alianças.

Sorte/estratégia: 20 exp. Totalmente estratégico, você terá apenas que ter sorte para não ser alvo de alguém mais forte. Para o crescimento do jogo você deverá definir uma estratégia e um “cronograma” para a construção dos edifícios e do recrutamento das tropas. Ter a hora certa de fazer cada coisa ou investir em algo é essencial.

Replay: 20 exp. Quem gosta de jogo de estratégia e de guerra, com certeza irá se identificar com Ikariam e gastará boas horas de jogo. A experiência do jogador é valorizada, já que quanto mais replay mais forte você irá ficar.

Design: 17 exp. Se você espera um jogo com boas animações, você estará sendo iludido. Os gráficos que são excelentes, mas não existem animações. É o único motivo de eu não ter dado nota máxima para esse quesito.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: