Super Motherload

Home / Resenhas / Games / Super Motherload
Helton Kazume

Helton Kazume

Colaborador em Com'Aboard Geek Culture
Você sabia que Helton Kazume é colaborador da Com'Aboard? Quer ler resenhas publicadas por ele? Confira abaixo! =] Se quiser conhecer mais sobre este colaborador, acesse "Nossa Equipe" no menu principal!
Helton Kazume

Últimos posts por Helton Kazume (exibir todos)

 

Super Motherload é um jogo de exploração, de mineração de metais preciosos e de upgrades dos seus equipamentos. Você poderá escolher entre os 10 personagens jogáveis, mais alguns desbloqueáveis.


Ficha Técnica

Título original: Super Motherload

Gênero: arcade e puzzle

Lançamento: 2013

Desenvolvedor: XGEN Studios

Publicador: XGEN Studios

Plataforma: PS3, PS4 e PC

Número de jogadores: 1 a 4 jogadores

Online: Não


História

Uma grande corporação chamada Solarus Corporation descobriu uma fonte infinita de minerais raros em Marte através das expedições espaciais. Os minérios ficaram escassos com a crise de energia na Terra, por conta da Guerra Fria, levando a empresa a fazer uma base mineradora na superfície do Planeta Vermelho. Grandes riquezas foram geradas e mais e mais bases foram sendo instaladas no subsolo do planeta com o avançar das escavações.

Mas um dia, Marte ficou em silêncio. Toda a tripulação terrestre foi extinguida. Não satisfeita com o cenário, a Solarus Corp. enviou novos recrutas para restaurar suas operações. E você é um desses recrutas… Bem-vindo à Marte, recruta 1001!


O Jogo

O jogo é basicamente um puzzle onde o jogador precisa usar estratégia para coletar os minerais no subsolo e retornar a sua base para abastecer, reparando danos no seu veículo de exploração e acumulando dinheiro pela venda minérios. Com o dinheiro das vendas, você consegue melhorar, dar upgrades nos seus equipamentos e comprar acessórios como TNT, kit portátil de reparo, etc. Mas cuidado, nem tudo é tão simples quanto parece! O jogo contém vários obstáculos e quebra-cabeças explosivos para desvendar. Além disso, há batalhas difíceis contra chefes ao longo do caminho e vários finais que dependerão das escolhas que você irá tomar ao logo da campanha.

motherload1

História: 15 exp. A história é rasa, mas bem contextualizada. Não tem grandes tramas e desfechos. O que mais vale é a experiência do puzzle.

Gráficos: 12 exp. No geral, OK, mas alguns efeitos deixam a desejar (como das explosões). Nota-se, entretanto, uma grande evolução desde o primeiro jogo da série Motherload.

Jogabilidade: 16 exp. Os comandos básicos são simples e eficientes. Quebra-cabeças exigem “paradas” para raciocinar, mas não afetam a dinâmica do jogo. Necessário um bom nível de habilidade para derrotar os chefes.

Replay: 14 exp. Com certeza você não irá jogar só uma vez. O jogo é simplesmente viciante. Porém, há um pequeno defeito que afeta as pessoas impacientes: na dificuldade normal, você pode “pular” alguns quebra-cabeças e finalizar o jogo em pouco tempo. Quando alcançar os melhores equipamentos, o jogo perderá a graça, já que coletar recursos e ficar resolvendo quebra-cabeças não será mais tão divertido.

Som: 9 exp. Não há música, apenas sons de fundo batidos. Padrão de jogos puzzle, nada de inovador.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: