Paladins

Home / Resenhas / Games / Paladins
Caio Racy

Caio Racy

Ex-colaborador em Com'Aboard Geek Culture
Você sabia que Caio Racy já foi colaborador da Com'Aboard? Quer ler resenhas publicadas por ele? Confira abaixo! =]
Caio Racy

Últimos posts por Caio Racy (exibir todos)

 

“Entre num mundo de fantasia e tecnologia ancestral em Paladins, um jogo de tiro em equipe com elementos de estratégia e personalização profunda. Com um distinto sistema de cartas colecionáveis, os jogadores amplificam e aprimoram as habilidades básicas de seus personagens para jogar do seu jeito.” (descrição na página da Steam aqui).


Ficha Técnica

Titulo Original: Paladins

Gênero: Tiro, Ação, Free-to-Play

Lançamento: 15/09/2016

Desenvolvedor: Hi-Rez Studios

Distribuidora: Hi-Rez Studios

Plataforma: PlayStation 4, Xbox One, PC


Ultimamente venho jogando muito Paladins e pensei em fazer uma revisão geral de como está o jogo está até o momento (está em Beta). Apesar de ser intitulado como uma cópia descarada de Overwatch, Paladins entrou em produção quase que no mesmo período que o primeiro título. Mas como competir com a Blizzard é difícil, seu lançamento da versão Beta chegou um pouco depois do esperado.

Paladins, apesar de ser considerado um plágio, não passa de uma adaptação (assim como Overwatch) do famoso jogo da Valve Team Fortress 2, com grandes mudanças em gráficos, mecânica e jogabilidade. Essas mudanças foram relevantes a ponto de me fazer querer jogar um free-to-play neste estilo.

 

teve até cópia na cara dura haha (skin do Team Fortress2)
Teve até cópia na cara dura haha (skin do Team Fortress 2)

 

Basicamente o jogo é composto por partidas, onde há 5 players de cada lado lutando para ver quem consegue levar o “payload” (carrinho) até a base inimiga. Existem 2 modos de jogos até o momento:

  • Modo Siege: para conseguir o carrinho, seu time deve conquistar a zona do meio do mapa. Só então poderá puxá-lo até a base inimigae vencer.
  • Modo Payload: dividido em 2 rounds. Possui um time atacante e outro defensor, quem puxar o carrinho até mais longe em menor tempo ganha a partida.

 

cuidado com esse cara nas suas costas
Cuidado com esse cara nas suas costas

 

Os heróis possuem habilidades e características únicas, além de cartas (builds), que podem mudar o rumo da partida. Apesar de não parecerem muito importantes, são extremamente úteis para acabar com a raça de seu inimigo (diabinho).

Dentre os heróis, existem 4 classes que definem a partida: Tank (vai pra cima da galera sem medo de morrer), Damage (Alguns são os famosos campers que todo mundo odeia), Support (Cura o Tank que avança sem pensar em nada) e o Flank (Vai por tras de todo mundo e não tem piedade, principalmente com os campers).

 

camperzona maravilhosa
“Camperzona” maravilhosa

 

A grande sacada no jogo, em minha opinião, foi combinar os elementos de jogos MOBA ao de FPS, ou seja, não adianta um time inteiro pegar apenas heróis de dano ou que flanqueiam, a equipe deve saber distribuir bem seus atributos para garantir sucesso. Fora as builds possíveis de serem montadas, a habilidade do jogador é essencial, pois diferente dos MOBAS, não há level para te favorecer em um “end-game”.

 

paladins4
Cassie – umas das personagens mais apelonas

 

Portanto, quem procura partidas rápidas e divertidas, Paladins tem muito a oferecer. Mesmo estando em Beta e não possuindo muitos modos de jogo, não chega a ser muito repetitivo, afinal cada partida se desenvolve de um jeito diferente. Chame seus amigos e venha conquistar esse game Free-to-Play de promete ser muito bom (jabá melhor que esse não há).

História: 0 exp.  Não Possui história definida, seu foco é no multiplayer, com partidas de 5vs5 jogadores.

Gráficos: 20 exp. Gráficos muito bem trabalhados em estilo cartoon, simples e não exigem de uma máquina pesada para rodar. Qualquer computador de hoje em dia pode ser capaz de roda-lo.

Jogabilidade: 15 exp. Interface muito intuitiva, fácil de aprender e controlar seu personagem. Pelo jogo estar em Beta, a interface de usuário online não está muito bem acabada (partidas fecham do nada, alguns problemas com a criação de party e lista de amigos).

Replay: 20 exp. Como foi dito, apesar de possuir poucos modos de jogo, o jogador consegue ver seu progresso de jogo. Por possuir partidas pequenas, sempre rola aquele “vou jogar só mais uma” estendendo muito as horas de jogo

Som: 15 exp. Trilha sonora é impecável, sons muito bem definidos e elaborados. Ressalva fica para o delay do som, muitas vezes ouvidos após a ação do personagen. Isso gera um certo desconforto com parte do jogador (espero que esses e outros bugs sejam corrigidos com o lançamento).

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: