Carcassonne

Home / Resenhas / Board Games / Carcassonne
Juliana Yendo

Juliana Yendo

Sócia fundadora em Com'Aboard Geek Culture
Você sabia que Juliana Yendo é fundadora da Com'Aboard? Quer ler resenhas publicadas por ela? Confira abaixo! =] Se quiser conhecer mais sobre ela, acesse "Nossa Equipe" no menu principal!
Juliana Yendo

Últimos posts por Juliana Yendo (exibir todos)

Carcassonne_capa_2017_F

 

Carcassonne é um jogo de tabuleiro criado pelo alemão Klaus-Jürgen Wrede. O nome do jogo faz referência a uma cidadela no sul da França, caracterizada por suas muralhas contínuas datadas da Idade Média. Uma série de expansões está disponível no mercado, inclusive no Brasil. É um jogo de grande sucesso: recebeu alguns prêmios e foi vendido em larga escala mundo afora.

O jogo possui regras simples e fáceis de assimilar. A embalagem é um tanto exagerada para o conteúdo: o jogo em si é compacto, o que facilita o transporte. Ele é composto por 72 cartelas de terreno, 40 seguidores (ou meeples) e um marcador de pontos.

 

carcassonne board game
Componentes do board game Carcassonne

 

O objetivo do jogo é acumular o máximo de pontos por meio da construção de estradas, cidades, monastérios e campos. O jogo baseia-se na colocação de cartelas de terreno que, turno após turno, conformam um cenário único. As cartelas de terreno, que ilustram quatro elementos diferentes (estradas, cidades, monastérios e/ou campos), devem ser inseridas adjacentes às cartelas já posicionadas na mesa, de modo que todas as estradas sejam conectadas por outras estradas, todas as cidades por outras cidades, etc. É como um quebra-cabeça que envolve estratégia e sorte, pois as cartelas ficam todas embaralhadas e viradas para baixo e temos que encaixar cada peça da melhor forma possível no tabuleiro que está sendo formado.

A pontuação é feita por meio dos seguidores. Cada jogador tem em mãos sete seguidores (um deles é usado para a contagem de pontos) que podem ser dispostos nas cartelas como cavaleiros (nas cidades), ladrões (nas estradas), monges (nos monastérios) ou fazendeiros (nos campos). Conforme as construções vão se completando (com exceção do campo, cuja contagem de pontos é feita somente no final), o jogador recebe os pontos e o seguidor volta para sua mão, podendo ser usado em outro turno. Para cada tipo de construção concluída, existe uma pontuação diferente. Como os jogadores podem ganhar pontos durante a partida e também ao final do jogo, o ganhador será definido somente com a contagem final (muitas reviravoltas podem acontecer!).

O jogo é repleto de opções e possibilidades, o que torna cada partida bastante singular. É um jogo agradável para se jogar em família, independente da idade dos jogadores. Um clássico dos jogos de tabuleiro!


Ficha Técnica

Título original: Carcassonne

Criador: Klaus-Jürgen Wrede

Tempo Médio: 30-45 min.

Número de Jogadores: 2 – 5

Lançamento: 2000

Distribuidora: Devir

Preço Médio: R$150,00 (09/09/2016)

Carcassonne_Score_2017

 

Mecânica: 20 exp. As regras são bem simples e de fácil compreensão. O manual é bem detalhado, difícil não entender como o jogo funciona.

Dinâmica:  18 exp. Durante toda a partida, os jogadores devem ficar atentos à jogada de cada participante, pois cada cartela nova inserida no tabuleiro pode modificar (ou arruinar) a estratégia de qualquer um. O jogador deve equilibrar bem dois pontos: avançar com sua estratégia e tentar impedir que os outros jogadores avancem com as suas próprias, e assim, acumulem pontos. Como o desfecho do jogo pode oferecer muitas reviravoltas com a contagem de pontos, a partida envolve todos os jogadores até o final.

Sorte/Estratégia: 18 exp. O jogo dosa bem a sorte e a estratégia. A carta comprada durante o seu turno pode favorecer a sua jogada para acumular pontos ou fazê-lo pensar em outras alternativas. Como existem inúmeras possibilidades para tentar pontuar com as cartelas, a questão da sorte/azar dificilmente deixa a partida desequilibrada.

Replay: 15 exp. É um puzzle em que, a cada rodada, o “tabuleiro” se configura de uma forma diferente. Porém, como cada partida pode levar em torno de 45 minutos (dependendo do número de participantes e do tempo gasto por jogada), pode ser um pouco maçante jogar muitas vezes.

Design: 12 exp. O desenho das cartelas é simpático e condizente com a temática. O acabamento dos seguidores (meeples) não me agrada muito, apesar de ser um “ícone” no mundo dos board games. O marcador de pontos é dispensável, o que possibilitaria o uso de uma embalagem mais compacta e portátil.

 

2 Comments

  • Matheus Borsone

    Joguei uma vez com o grande Gu.

    Ainda n tive a chance de vencer uma partida, mas é bem bom msm.
    Ótima apresentação. Podia ter um preço tambem.

    • Gustavo Ferratti

      Seu pedido é uma ordem, caro Matheus!

      Preço médio já disponibilizado na ficha técnica 😉

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: